sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Eu sinto falta...

...da sua voz, Deus, me chamando pra entrar
Eu sinto tanta saudade de conversar contigo
Saudades do meu amigo, Saudades do meu Pai...



"Quando me lembro destas coisas choro angustiado. Pois eu costumava ir com a multidão, conduzindo a procissão à casa de Deus, com cantos de alegria e de ação de graças entre a multidão que festejava." 
Salmos 42:4

sábado, 18 de agosto de 2012

Aqui do meu lado...



E se não quisermos, não pudermos, não soubermos, com palavras, nos dizer um pouco um para o outro, senta ao meu lado assim mesmo. Deixa os nossos olhos se encontrarem vez ou outra até nascer aquele sorriso bom que acontece quando a vida da gente se sente olhada com amor. 

Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncio conversar com o seu. Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras.


(Ana Jácomo)

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Nunca Imaginei um Dia..


"Mas o amor não respeita a lógica, e eu, que sempre me senti tão confortável num mundo planejado, inaugurei a instabilidade emocional da minha vida. Prendi a respiração e dei um belo mergulho.
A partir daí, comecei a fazer coisas que nunca havia feito.
Não deixei de ser eu, apenas abri o leque para ser um eu mais amplo." 
(Feliz por Nada - Martha Medeiros)

sábado, 4 de agosto de 2012

Realização!

 
Quem diria que eu me realizaria tanto vestida de palhaço, com um tênis 42 nos pés, uns malucos junto comigo e um monte de crianças lindas dispostas a gastaram toda a sua energia pra brincar!
Pois é, me realizei hoje...achei que só fosse conseguir essa proeza quando tivesse o namorado que tanto quero, ou quando recebesse um grande aumento ou uma promoção no emprego, ou ainda assim quando terminasse as 3 faculdades que pretendo fazer! rs
   Pois é, me realizei hoje com muito menos que isso tudo. Bastaram apenas aqueles sorrisos desconfiados, que depois da primeira brincadeira já se tornaram tão confiantes.
   Está claro de que não precisamos de muito dinheiro, nem de muita gente, nem de muita ideia, mas apenas um coração apaixonado por crianças e qualquer coisa que as envolva para uma realização.
Foi intenso, foi doce, foi alegre, foi demais.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Colo....

Eu quero um colo pra deitar e dormir, e nesse momento de sono profundo, calma e feliz não quero sonhar com alguém, mas quero que esse alguém tenha me feito estar ali, como há muito tempo já não acontece.
Continua...

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Um dia em casa...


Naquele dia eu lembrei de tudo que eu vivi... e não sorri, chorei!
Chorei porque tudo se foi, amigos, vontades, sonhos...
E eu nem tenho vontade de voltar atrás...acredito em fases, em "se for teu, volta" e em todas essa bobeiras que acabam se tornando verdade.
Não é esse um post triste, é esse um post pra pensar, pra EU pensar..
Uma geração morreu e eu permaneci, ou ao contrário, a geração vive e eu estou morrendo? Não sei!
Quer dizer, eu sei! A verdade é a primeira opção, a segunda é apenas o que tem parecido, mas tem parecido muito!
Li um post de uma antiga amiga, lembrei dela, das minhas conversas com ela, dos abraços, dos choros, e como se fosse real, eu ouvi a voz dela me chamando de "amiga"...foi diferente...como há muito tempo não acontecia, senti saudade. 
Quando a gente vive uma fase ruim a gente tem mais saudade ainda da fase boa, mas infelizmente ou felizmente, não volta mais, nunca mais. Se voltar vai ser diferente.. nada nunca é igual...

Foi o que eu senti da primeira vez que passei um dia em casa.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Obrigada ...


Ontem eu passei um dia difícil.
 Eu nunca imaginei que no mesmo dia pudesse sentir tantas coisas ao mesmo tempo...
Mas hoje eu gostaria de agradecer  à uma pessoa muito especial na minha vida.
Minha amiga, Marcela Sousa.
 Mais que isso, é minha irmã, minha companheira.
 Sabe aquela pessoa que só não é da tua família porque não tem o mesmo sangue, mas é tua irmã por uma série de outras coisas?! Então, é ela! 
O DNA nessas horas não representa nada, porque a grandeza das atitudes fala muito mais alto.
Obrigada amiga, por me dar o seu colo pra chorar num dos momentos mais difíceis da minha vida, por me abraçar e dizer que tudo vai ficar bem, por se preocupar comigo, e além de mim,  se preocupar com a minha família! Faltar um dia de serviço, não pra passear ou se divertir, mas pra ficar ao meu lado sem dizer nada, apenas esperando notícias do meu pai no hospital.
Muito obrigada amiga, irmã, companheira!
 Eu te amo, e não é pouco!

quarta-feira, 25 de abril de 2012

No trilho



Em cima do trilho estão as escolhas. Talvez o trilho seja a própria escolha, mas viver vai muito além do trilho...na verdade o segredo de viver está nos pés, ou no pé. Porque tem gente que prefere arriscar e querer o mais difícil, querer equilibrar o peso do corpo de um lado só.
É assim que a gente faz, arrisca tudo em segundos, mas depois, fica com tanto medo que pega tudo de volta, e volta, mesmo que de cabeça baixa. 
 Outras vezes, a gente se aventura em ser feliz por um momento, ilusoriamente, e até consegue, mas chega lá na frente e vê que não é aquilo a felicidade e completude de espírito que as pessoas tanto falam e que a gente tanto queria, então a gente desiste e volta atrás, de novo!
  Nesse momento nós temos um paradoxo. Conseguimos perceber que não precisávamos ter passado por aquilo tudo, mas que ao mesmo tempo, só fizemos essa descoberta porque passamos...então, ter vivido acaba  se tornando, pelo menos, digno de um lugar na nossa história.
No final, decidimos então por fazer o que é certo, até porque já nos cansamos do errado, e ele não tem mais toda aquela graça e gosto de perigo que nos trazia prazer.
Viver é isso, passamos por experiências ruins, mas eu não acredito mais que poderíamos deixar de vive-las, eu acredito que tudo que vivemos é porque tem que ser!
Fases são fases, as boas infelizmente passam, e graças a Deus as ruins também.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

As menores coisas

"Qualquer coisa pra te fazer sorrir..."



Foi a coisa mais linda que eu já ouvi de alguém.
Porque são as menores coisas que fazem a maior diferença.


"E eu apenas sorri e sorri e sorri. 
Porque era isso. 
Eu queria te ver apenas."
-Tati Bernardi

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Faz falta

Nós só temos a dimensão da falta que faz quando estamos longe...
E faz muita falta, muita mesmo;  só eu sei, só eu sinto.
"Saudade é um sentimento que quando não cabe no coração, escorre pelos olhos."


Tem escorrido bastante... D*M*



sexta-feira, 13 de abril de 2012

Pai

"Amor de Família é a coisa mais inexplicável do mundo, nem um pai consegue dizer para um filho o quanto o ama, nem o filho sabe dizer ao pai, então eles simplesmente demonstram ..."
Pai, você é pra mim a referência de pai, de marido, de amigo, de irmão, de filho... de HOMEM.
  Você é alguém que me serve como espelho, porque você tem caráter, lealdade, respeito, és um homem de honra.
Eu te amo, e nem todas as palavras do mundo descreveriam o que eu sinto por você.
Eu oro e sei que você vai sair desse hospital, até porque você ainda tem muita vida pela frente! Ainda tem que pegar meu canudo no dia da formatura daqui a dois anos, ainda tem que me levar no altar no dia do meu casamento, ainda tem que ver os netos que eu vou te dar, você ainda tem muito pra viver ao nosso lado. 
E eu e a sua família inteira aguardamos ansiosamente o dia em que você vai sair daí!
Esse momento ruim vai passar meu heroi!


 Te amo Pai! Amor da minha vida.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Depois de tanto caminhar ...

...Depois de quase desistir, os mesmos pés cansados voltam pra você.

Depois de lutar comigo mesma e de defender profundamente meus argumentos, eu resolvi me render e voltar.
As tempestades são fortes demais, e eu já entendi que não consigo sem Aquele que é a razão da minha existência.


A reconstrução só se mostra possível 
depois das tempestades e dos desesperos. 
M. M. Soriano

quinta-feira, 5 de abril de 2012

É muito forte...

...mas é verdade:
"O maior medo do ser humano, depois do medo da morte, é o medo da dor. Dor física: um corte, uma picada, uma ardência, uma distensão, uma fratura, uma cárie. Dor que só cessa com analgésico, no caso de ser uma dor comum, ou com morfina, quando é uma dor insuportável. Mas é a dor emocional a mais temível, porque essa não tem medicamento que dê jeito. 
Uma vez, conversando com uma amiga, ficamos nessa discussão por horas: o que é mais dolorido, ter o braço quebrado ou o coração? Uma pessoa que foi rejeitada pelo seu amor sofre menos ou mais do que quem levou 20 pontos no supercílio? Dores absolutamente diferentes. Eu acho que dói mais a dor emocional, aquela que sangra por dentro. Qualquer mãe preferiria ter úlcera para o resto da vida do que conviver com o vazio causado pela morte de um filho. 

As estatísticas não mentem: é mais fácil ser atingida por uma depressão do que por uma bala perdida. Existe médico para baixo astral? Psicanalistas. E remédio? Anti-depressivos. Funcionam? Funcionam, mas não com a rapidez de uma injeção, não com a eficiência de uma cirurgia. Certas feridas não ficam à mostra. Acabar com a dor da baixa-estima é bem mais demorado do que acabar com uma dor localizada. 
Parece absurdo que alguém possa sofrer num dia de céu azul, na beira do mar, numa festa, num bar. Parece exagero dizer que alguém que leve uma pancada na cabeça sofrerá menos do que alguém que for demitido. Onde está o hematoma causado pelo desemprego, onde está a cicatriz da fome, onde está o gesso imobilizando a dor de um preconceito? Custamos a respeitar as dores invisíveis, para as quais não existem prontos-socorros. Não adianta assoprar que não passa.
Tenho um respeito tremendo por quem sofre em silêncio, principalmente pelos que sofrem por amor. Perder a companhia de quem se ama pode ser uma mutilação tão séria quanto a sofrida por Lars Grael, só que os outros não enxergam a parte que nos falta, e por isso tendem a menosprezar nosso martírio. O próprio iatista terá sua dor emocional prolongada por algum tempo, diante da nova realidade que enfrenta. Nenhuma fisgada se compara à dor de um destino alterado para sempre."

Martha Medeiros 

terça-feira, 3 de abril de 2012

Hora da Morte *

"Não tenho medo de sair marcado desde que me mudes."
Vontade de Deus! Que difícil, rs
Não há quem me prove que a vontade de Deus é fácil, não há quem me diga que é simples e indolor cumpri-la. Não mesmo! E se alguém me disser, eu não acredito!
   Quando a gente começa experimentar o que é a vontade de Deus, a gente passa por algumas fases. E a primeira, acredito eu, é a mais difícil. É a hora da morte, isso mesmo a morte da carne.
   Sabe o que é a carne? Não é algo mal, com chifres, vestido de lobo mal, gritando vou te pegar ou até mesmo “ai se eu te pego”. Não! A sua carne é você, junto com seus desejos, suas vontades, sua razões e tudo que você quer te dando motivos e argumentando forte pra você satisfaze-la. E não venha me dizer que é ruim satisfazer a carne, porque não é!
   As vezes, até os teus sentimentos se juntam com a sua carne numa conspiração internacional contra você. Eles gritam que querem ser felizes juntos, eles questionam “porque não?” É aí que começa a guerra.
  É Deus de um lado, a carne no outro e você no meio! É quase um MMA. Mas o segredo está exatamente na arrumação do campo, está em você sair do centro, em colocar Deus lá. Aí, você se distancia da carne, Deus reina e a sua vontade que é BOA, PERFEITA E AGRADÁVEL se estabelece na sua vida. Maaaaaaaaas, até isso tudo acontecer.. é a hora da morte toda hora! rs




Sempre valerá a pena matar a carne*

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Meu coração..


   

As vezes eu penso que tudo o que precisava era de alguém que pudesse arrebatar meu coração e me tirar dessa terrível realidade, enxugar minhas lágrimas e me dar motivos pra sorrir. Mas  paro pra pensar mais profundamente, e vejo que isso seria muito bom, mas talvez não fosse a solução.
   Um coração no estado no meu já não precisa mais de remédio, de curativo, de band-aid ou methiolate...eu preciso de um transplante.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Tempo


"O tempo é o melhor autor; sempre encontra um final perfeito." - Charles Chaplin

   Esse cara chamado tempo! Não há quem fuja dele. E há tantos "tempos"...
Tempo de ficar longe, e esse é péssimo, tempo de ficar perto, tempo de abraçar, tempo de correr contra o tempo, tempo de esperar o tempo passar, tempo de ficar quietinho, tempo de fazer barulho, tempo de esquecer, tempo de lembrar e trazer de volta, tempo de chorar, tempo de brigar, tempo de deixar ir, tempo de não deixar sair do lugar, tempo de ir atrás, tempo de esperar quem venha atrás... são infinitos tempos!
   Alguns bons, outros melhores, alguns ruins, outros piores, mas todos são tempos, e depois que eles se vão, não voltam, mas sempre deixam alguma coisa em nós.

Quero ver o que o tempo faz comigo dessa vez.. :)

terça-feira, 20 de março de 2012

Faz-me de novo*

   Afinal de contas, pra que serve o choro? Só pra por pra fora a dor.
   A dor do coração é a pior, ela aperta, oprime, sufoca, até a respiração fica pesada.
   É difícil, bem difícil.. nunca chorei tanto, nunca me arrependi tanto, nunca quis tanto um abraço pra me segurar!
   O desespero ontem chegou sem pedir licença, quando eu vi, já estava num lugar que não visitava há anos, só pra tentar fugir da dor, mas não adiantou, tive que voltar e apresentar meu trabalho de ARH-rs. Só não antes de ligar, desesperadamente pra uma amiga e fazê-la sair às pressas de casa, com qualquer roupa, sem maquiagem e sem nem arrumar os cabelos, só pra eu chorar de soluçar nos ombros dela, sem falar nada, só ouvindo o Jason Mraz cantando no meu fone, mesmo no Pátio da faculdade, com um monte de gente me olhando..
 é foi assim o primeiro dia. TENSO.
   Fazer o que, foram escolhas...escolhas erradas, tomadas no meio de uma confusão de sentimentos e questionamentos, tomadas em meio ao tsunami da minha alma. Foram péssimas escolhas, mas foi o que eu consegui fazer em meio ao meu desespero de querer ser feliz, mesmo enganada.
   E agora, tudo bem, quer dizer, tudo vai ficar bem, tô com coragem de enfrentar a dor de ser mudada, a dor de abrir mão, a dor de não poder estar perto, mas meu Pai vai me ajudar.
O que importa é a essência voltar. Um dia, olhar pra trás e saber que valeu a pena sentir a dor só pra sair da rota errada, só pra voltar ao início de tudo...

"Como o vaso que o oleiro fazia de barro se lhe estragou na mão, tornou a fazer dele outro vaso, segundo bem lhe pareceu." Jer 18.4

Faz-me de novo.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Um único amor

   Eu sempre soube que uma hora ia ter que pôr as coisas nos seus devidos lugares. Pior, sempre soube o quanto doeria, o quanto eu choraria.. mas preferi seguir em frente, e hoje estou aqui, com lágrimas nos olhos tendo que começar de novo mais uma vez.
   Fechada pra balanço, eu não quero ninguém entrando na minha vida agora, ninguém novo, ninguém...
   E sempre haverá um lugar vazio, até que a pessoa possa toma-lo de volta, isso é certo. Não o darei a ninguém, não mexerei nele, só vou troca-lo de lugar, agora ele vai voltar pra onde nunca deveria ter saído e então Deus poderá tomar o seu lugar, meu noivo.
   Ainda que eu chore, e me contorça de dor na minha cama, como já o tenho feito, dessa vez não só vai valer a pena, mas eu vou fazer valer a pena.
   Mesmo que eu tenha que expor as minhas feridas, e deixar ser acessado o meu coração, ainda assim, o farei.

E eu só quero me afogar num único amor, o amor do meu Pai, do meu Aba Pai...

sábado, 17 de março de 2012

no olhar ...

   Eu ainda procuro me achar no meio dessa confusão. Eu ainda quero descobrir, ainda quero mudar, ainda quero recriar. E sabe quando você sente lá no fundo que tem algo ainda mal resolvido, ou ainda precisa acontecer alguma coisa muito forte pra fazer tudo mudar?
   É difícil querer ser e não poder, querer fazer e não conseguir, olhar pras coisas e ainda se frustrar, ter o olhar entristecido pelas circunstâncias mesmo que não tanto quanto antes. Imaginar um conto de fadas, mas viver uma história triste, melancólica. 
   Ok. Eu sei que tudo passa, e isso também vai passar, um dia me verei livre de todos os meus fardos, mas até lá...é uma fase ruim, uma fase muito ruim. Mas a gente persevera, continua caminhando, continua lutando, continua vivendo, mesmo que parte de nós já tenha morrido. 
É bem assim..é por aí.

terça-feira, 13 de março de 2012

O terrível Golias#

"O primeiro pensamento da manhã, a última preocupação da noite — o seu Golias domina o seu dia e se infiltra na sua alegria."
-Max Lucado

Eu odeio estar preocupada, mas meus dias tem sido assim, eu preciso de uma saída pra isso tudo, preciso de uma ideia, alguma coisa que me tire dessa, mas tô de mãos atadas.
Tudo porque fui boazinha, tanto que cheguei a ser idiota.
Mas a gente aprende né.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Luta esquecida*


Não adianta mais lutar por um lugar que nunca se teve.  Um reconhecimento que nunca existiu. Hoje eu abro mão dessa luta, eu a esqueço de vez. Eu disse pra alguém de extrema importância na minha vida que, eu até suporto uma ferida nova, só não suporto que enfiem o dedo na ferida antiga, porque a antiga já dói por si só, sem niguém tocar. Não dá pra gastar forças lutando pelo o que até vale bastante a pena, mas não vale minhas forças. Talvez eu seja pessimista demais, e desde o início, esse blog tem servido bastante pra eu expor minhas realidades, mesmo que muita gente ou ninguém o leia, mas a questão está em enxergar os fatos e aceita-los, mesmo que descontente. Existem coisas que a gente pode e até deve lutar por elas, mas há outras que seria desleal consigo mesmo investir forças e não ter retorno.
Eu não quero investir forças no que não me traz retorno, ou me traz um retorno doloroso, eu quero fazer o que me faz bem, e no momento, muita coisa, ou melhor, muita gente tem me feito mal.

Eu hein!


"Nunca é do jeito que eu queria. E quando é, eu não quero."
(-Tati Bernardi)
aaaaaaaaaaaah, báh!

quinta-feira, 8 de março de 2012

Fundamental é mesmo o amor...

...é impossível ser feliz sozinho(8)

"Mesmo que as pessoas mudem e suas vidas se reorganizem, os amigos devem ser amigos para sempre, mesmo que não tenham nada em comum, somente compartilhar as mesmas recordações."

terça-feira, 6 de março de 2012

Mudança*

"Não sou o que gostaria de ser. Não sou o que ainda serei.
Mas, graças a Deus, Não sou mais quem eu fui!
 Para o bem ou mal, eu mudei!"
 Porque mudar faz parte da vida, experimentar o novo faz bem e traz esperança e mesmo que se arrependa da mudança depois, ela é válida pelo simples fato de ter te feito se mexer da cadeira.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Ser idiota

"A idiotice é vital para a felicidade. Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre.
A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins.
No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você.
Brincar é legal. Entendeu?
Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço, não tomar chuva.
Pule corda! Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte.
Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável. Teste a teoria.
Uma semaninha, para começar. Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são: passageiras.
Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus, confie e espere só NELE e pra relaxar que tal um cafezinho gostoso agora?"
-Arnaldo Jabor


Eu sempre achei graça em ser idiota, afinal, pra mim, vale muito ser feliz, independente de como!
Se for de verdade, se for pra valer, ser feliz é o que importa..
A gente aprende a atropelar os problemas, a ser o que somos sem medo.
Como diz a Clarice, ser feliz me consome.

sábado, 3 de março de 2012

Só por hoje...


Só por hoje eu não quero mais chorar.
Só por hoje eu espero conseguir aceitar o que passou e o que virá.
Só por hoje vou me lembrar que sou feliz."

(- Renato Russo)
Eu decidi ser forte de novo.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Eu fico pensando

É tanta insegurança, são tantos medos, é uma mistura de não sei com sei lá o que.. confuso, fora do normal. A gente não sabe o que fazer, nem como fazer, não consegue ser nem estar. Eu queria saber o que passa aqui dentro, o que me faz assim, desse jeito.. extremo. .
A chave está guardada, e é como se eu fosse perde-la se eu usa-la..Se eu fechar a porta ninguém mais entra, mas se eu deixo aberto corro o risco de bagunçarem tudo aqui dentro, então continuo sem  saber...


Dói.






"Todos podemos controlar a dor exceto aquele que a sente."
- Shakespeare 
As vezes me pego olhando pra nada, pensando no tudo que eu já vivi. No que poderia ter feito certo, no que poderia ter evitado, no que poderia ter feito... Percebo que tenho um coração, mas ele está cortado, precisa se recuperar, precisa de cuidado, precisa de curativo, mas ninguém pode fazer isso por mim, só eu mesma...







"Há dor que mata a pessoa
Sem dó nem piedade.
Porém não há dor que doa
Como a dor de uma saudade."

quinta-feira, 1 de março de 2012

Enquadrado..


Me enquadraram e eu anseio liberdade.
Quem disse que eu quero ser e fazer o que os outros acham legal, ser a princesinha do conto de fadas? Eu quero dar gargalhadas altas na rua, mesmo sozinha, sem me importar se vão me achar louca, dançar no meio de uma chuva violenta, sem medo dos raios, quero subir nas árvores e fingir que vou voar, quero vestir xadrez e listras com sapatos de bolinha, sem me importar com a moda, afinal, quem compra minhas roupas sou eu! haha
Os parâmetros que criaram pra mim? Vou jogar no lixo, e viver do que eu quero, e o que os outros pensam? Isso são eles que pensam, não eu!


Se eu viver no que eles me enquadram, eu vou ser como eles são,
 eu quero me enquadrar em mim, só que sem quadros.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Vamos arrumar a casa?





 "Prefiro me arrumar sozinha. Prefiro ouvir a musica que quero na altura mais absurda que se possa imaginar. Quero dirigir meu coração para um lugar onde se vive direito e, a palavra paz, possa fazer sentido sem receio. Quero deixar a casa em ordem para receber a visita certa. " 

-Thalita B.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Não faz barulho...

É preciso respeitar o silêncio. Há vezes que é preciso força-lo, só pra acalmar e trazer paz.
Num mundo de barulho, gritaria, correria, é bom parar e não falar nada, não fazer nada, não querer nada, e por algum tempo não ser nada também.
Fazer silêncio te permite ouvir e as vezes entender...o silêncio também é um processo, também é um remédio, também é um refúgio.


"Se você não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos." -Oscar Wilde
Quando sair, sai devagar, fala baixinho, tem alguém aqui em silêncio profundo...

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Em frente

"Chega um dia em que se o homem não deixar tudo para trás não vai para a frente."

Sabe quando você acorda leve?
Eu acordei assim hoje, como se um peso fosse tirado de cima de mim.
E melhor ainda, acordei como não acontecia há muitos meses, com expectativa do que está por vir.
Eu tô sentindo que agora vai, ou melhor, agora eu vou!
E o que ficou pra trás, que fique, eu quero o que eu ainda não vi...

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Um turbilhão de sensações e um caminho pra escolher..

 
 
"Estar assim, sentir assim. Um turbilhão de sensações dentro de mim. Eu me aqueço, eu endureço, eu me derreto, eu evaporo e caio em forma de chuva, eu reconheço, eu me transformo… ♪♫ " (Paula Fernandes)
 
 
 





"O diabo desta vida é que entre cem caminhos temos que escolher apenas um, e viver com a nostalgia dos outros noventa e nove."
- Fernando Sabino






E como fazer uma escolha com tantos sentimentos gritando dentro de mim?

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Desorganização profunda**

"...Estou procurando, estou procurando. Estou tentando me entender. Tentando dar a alguém o que vivi e não sei a quem, mas não quero ficar com o que vivi. Não sei o que fazer do que vivi, tenho medo dessa desorganização profunda."
E eu acrescento: Muito medo dessa desorganização profunda da minha alma.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

*Aquele momento...





... que você para pra pensar e não sabe mais o que fazer...





...você só quer que o tempo passe pras coisas se ajeitarem...




...mas a saudade é tão grande que não cabe dentro...





...e você só quer um abraço, de mais ninguém.



lágrimas

Sabe quando você chora porque não aguenta mais chorar e fingir um sorriso feliz?
Para, e já não consegue mais se mexer, fica estático, compenetrado na dor, na frustração, na angústia de querer que mude e não ver mudar. Perder a única coisa em que você se agarra, perder a única razão de você ainda querer lutar, chorar de pensar na distância. Lágrimas sempre serão lágrimas, e sempre trarão a mente o que machuca o coração.. As vezes prefere não pensar, mas não adianta, sempre tem algo ou alguém que faz lembrar, e chora tudo de novo, como da primeira vez, mas com mais intensidade..
Eu não queria chorar..não por isso.
"Que eu não perca a beleza e a alegria de ver, mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha alma."

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Ladrão!




Onde está? Quem foi o ladrão? Quem pegou? Quem ou o que atraiu tanto o meu coração a ponto de eu não ter mais controle?
"Onde está o seu coração, ali está o seu tesouro.."  ROUBARAM MEU TESOURO!
"...ah Senhor, afasta do meu coração, tudo o que o afasta de Ti."



 


 "Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida."
 Prov. 4.23

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

E quando não dá certo ?


  Não é tão simples assim fracassar e tentar de novo logo em seguida..não é fácil ter lágrimas de raiva e frustração nos olhos, e mesmo assim tentar acreditar. Chorar ao telefone com uma "suposta" má notícia, esmurrar o ar por uma palavra dita a mais ou a menos, sentir raiva de si próprio por não ter conseguido...

   Frustração é sempre frustração, e que maldito poder ela tem sobre nós, humanos? Paralisa, envenena, amarga a alma, mata por dentro, e as vezes é tão grave que até mata por fora. Ver algo não acontecer como desejamos  acessa o código da alma, e dependendo de como essa alma está, dá mais vontade de vencer ou dá mais vontade de se entregar ao fracasso..Acho que a primeira opção é melhor! É mais seguro guardar a alma e deixa-la bem longe do que quer feri-la, e seguir em frente, continuar tentando..
   Porque se não deu certo, não custa tentar de novo, custa mais ficar estacionado no fracasso a vida inteira.


"Nada de desgosto, nem desânimo; se acabas de fracassar, tenta de novo."